Faixa Tube: Ilha das Flores (1989)

Lembro em uma das primeiras aulas de cinema na faculdade. Eu tinha entrado no curso interessado pela televisão. A professora apresentou um dos melhores curtas do história do cinema mundial. Brasileiro, dirigido por Jorge Furtado em 1989 (uma das maiores crises da história do audiovisual no país). Era Ilha das Flores.

Confesso que foi meu primeiro contato de verdade com o cinema. Foi um contato estético, narrativo e técnico, mas também um contato de afeto, um contato político. O curta consegue, em pouco mais de 10 minutos, chocar e tocar o coração. Deixa gostinho de desgosto. Amargo. Numa linguagem não-linear, montagem rápida e picotada e uma narrativa ao mesmo tempo rebuscada e simples, Jorge Furtado consegue apresentar as contradições sócio-econômicas do sistema capitalista de maneira clara e objetiva. Indigesto e fundamental.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s